Teste BMW F850GS - Endurista refinada

Vestida com as cores da versão comemorativa dos 40 anos da GS, esta foi mais uma oportunidade de reavaliarmos a aventureira alemã de média cilindrada que, graças ao Euro5, ficou ainda mais atrativa.

andardemoto.pt @ 23-2-2021 08:50:00 - Texto: Rogério Carmo | Fotos: Luis Duarte

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

BMW F 850 GS Edição "40 Years GS" | Moto | Adventure

Parece que foi ontem, mas na realidade foi há 3 anos que, mais ou menos por esta altura, andava nas montanhas do sul de Espanha, nos arredores de Málaga, a testar a recém lançada e profundamente renovada BMW F850 GS.

Em 2018 a BMW redesenhou a sua aventureira de média cilindrada e preparou-a para que seja capaz de enfrentar os maiores desafios. Então, a BMW F850 GS foi revista sob todos os aspectos e o resultado revelou-se uma moto que oferecia melhores prestações que a sua bem sucedida e competente antecessora, fosse em estradas de asfalto ou nos estradões de terra. 

O motor bicilíndrico paralelo manteve-se praticamente inalterado, mas a cilindrada subiu para os 853 cc, fruto do aumento do diâmetro dos pistões para 84 mm e curso para os 77 mm, sendo que assim a potência aumentou para os 95 cv às 8250 rpm.

A F850 GS foi actualizada com uma nova embraiagem assistida e deslizante cujo funcionamento era bastante mais suave, e a transmissão secundária trocou de lado, passando a estar localizada na esquerda da F850 GS.

A ciclística foi também integralmente revista,  com o quadro a ser inteiriço e optimizado para suportar o motor como elemento estruturante e assim aumentar a rigidez torcional e a robustez, com uma nova geometria de suspensão, em que o ângulo da coluna de direcção é mais vertical e uma distância entre eixos acrescida de dois centímetros, para um total de 1593mm. 

Também o depósito de combustível, que na versão anterior estava alojado debaixo do assento, passou para uma posição convencional, ajudando a centralização de massas e diminuindo a altura do assento, que ficou 2 centímetros mais baixa, proporcionando uma maior confiança aos condutores de menor estatura.

Outro ponto importante a destacar foram as jantes, de 21 polegadas na frente e 17 polegadas na traseira, dotadas de aros de alumínio fundido, que passaram a permitir a utilização de pneus tubeless (sem câmara de ar).

A nível electrónico a BMW passou a oferecer várias ajudas electrónicas à condução. O acelerador eletrónico proporcionou modos de condução Road e Rain na lista de equipamento de série, tal como o ABS e o ASC, sendo que opcionalmente a F850 GS pode contar com os modos de condução Pro (Dynamic, Enduro e Enduro Pro), sendo que neste caso a moto recebe também o sistema ABS Pro, uma mais valia na condução em pisos menos firmes, e luz dinâmica de travão.


Agora, e graças à normativa Euro5, a marca bávara aproveitou para “dar um jeitinho" e aprimorar aquela que é uma das motos mais bem sucedidas da sua gama.

Mantendo-se basicamente a mesma moto, nas versões de 2021 passa a estar equipada de série com piscas em LED, uma tomada USB ao lado do painel de instrumentos, ABS Pro e controlo de tração DTC, uma decisão da marca, extremamente inteligente, no sentido de aumentar os níveis de segurança.

O motor bicilíndrico paralelo, refrigerado por líquido, com de 853 cc de cilindrada, mantém-se inalterado, a debitar os mesmos 95 cv e 92 Nm, pois já tinha sido desenhado para cumprir com as exigentes restrições de emissões Euro5.


Vocacionada para viagens de aventura, a F 850 GS revela-se muito ágil, rápida e confortável sob todos os aspectos. A posição de condução é excelente, seja em pé, seja sentado, a direcção inspira confiança, mesmo nos pisos úmidos ou molhados.

Em termos de conforto, destaca-se a protecção aerodinâmica, que é efectivamente eficiente graças ao ecrã regulável em altura, assim como o bastante confortável assento que, em conjunto com a afinação macia das suspensões permite percorrer muitos quilómetros sem qualquer dificuldade. Mesmo o passageiro encontra um espaço muito agradável para viajar.

No entanto, a verdadeira estrela é o motor, que mostra um trato muito refinado, tanto em termos sonoros como em termos de disponibilidade, seja em alta ou baixa rotação, com regimes médios bastante fortes e praticamente isento de vibrações, tudo isto com uma sonoridade muito interessante, neste caso potenciada por uma ponteira de escape opcional da Akrapovic homologada. 

Apreciei a grande suavidade de funcionamento e a resposta pronta, e também os consumos muito interessantes, que podem efectivamente rondar os 5 litros/100km, sem grandes concessões ao prazer de condução.

A caixa de velocidades é extremamente suave e, potenciada pelo “quickshifter” integral que deixa trocar as relações sem recurso à embraiagem, permite compor verdadeiras sinfonias em qualquer estrada de curvas.

Dos diversos modos de condução destaco o Enduro Pro, que automaticamente desliga o ABS na roda traseira. É o chamado ABS Pro que optimiza também o anti-bloqueio na roda dianteira, podendo-se apertar a manete sem qualquer limitação e, sem correr o risco de bloquear a roda dianteira, dispor de uma grande potência de travagem.

A manete mostra-se muito doseável e, apesar da mordida inicial ser pouco incisiva, mais vocacionada para pisos difíceis, revela-se extremamente forte quando a manete é pressionada com convicção. E faz sentido pois esta é uma verdadeira moto de Aventura, preparada para atacar qualquer tipo de piso.


Em andamento destaca-se a grande estabilidade em curva, proporcionada por uma suspensão sobretudo vocacionada para o conforto, em que o ESA se revela uma ferramenta extremamente útil em viagens de aventura, sobretudo com passageiro, já que ao toque de um botão pode-se regular o amortecedor traseiro conforme o piso ou o ritmo pretendido.

No modelo que agora tive oportunidade de testar, um sensor colocado na mola, e que mede o movimento e a velocidade do amortecedor traseiro, adequa o desempenho deste, de acordo com cada situação. O sistema ESA funciona ainda em conjunto com dados recolhidos pelo ABS e pelo DCT (controlo de tracção) e está programado de forma diferente para cada modo de condução.

No asfalto, a roda dianteira de 21 polegadas não torna a F850 GS referencial nas mudanças rápidas de direção e a forquilha revela alguma tendência para afundar mais do que o desejável sob travagens fortes mas, em conjunto, mantêm as trajetórias bem controladas e conferem uma maior confiança ao atacar pisos mais degradados ou irregulares.


Em termos de qualidade de construção a F 850 GS é praticamente irrepreensível. O elevado nível e qualidade dos componentes, a par com acabamentos perfeitos, fazem justiça à fama da marca. Destaco o completo e espectacular painel de instrumentos, que pode ser emparelhado com o smartphone e com os intercomunicadores, e a roda multifunções instalada no punho esquerdo que, apenas com o polegar, permite navegar nos completos menus de configuração e pela diversa instrumentação.

Esta unidade de teste também estava equipada com o sistema “Intelligent Emergency Call”, um dispositivo que comunica automaticamente um eventual acidente, para que o socorro chegue da forma mais rápida possível. 

A terminar a lista  dos acessórios mais importantes, está o tão conveniente “Keyless Ride”, o sistema “sem chave” integral que permite guardar no bolso a chave da moto, e não necessitarmos nunca de a utilizar, nem mesmo até quando é necessário meter gasolina.

Para os mais exigentes a BMW disponibiliza uma gigantesca quantidade de acessórios e dispositivos que permitem uma personalização perfeita, e para os mais indecisos reserva um argumento de trunfo, com uma garantia alargada de 3 anos para todas as motos da sua gama.

O maior requinte pode encontrar-se nesta versão 40 Years GS, que nos foi disponibilizada para teste e que pode ver nestas fotos. Com praticamente todos os “pack” de equipamento e acessórios disponíveis, esta moto apresenta um preço quase escandaloso. Mas a verdade é que conquista corações, apela à aventura e proporciona momentos de condução excepcionais. E isso não tem preço!


Equipamento:

Neste teste utilizámos os seguintes equipamentos de proteção

Capacete – Nolan N-87Intercomunicador – Cardo Scala Rider Packtalk BoldBlusão – REV’IT! Poseidon 2 GTXCalças – REV’IT! Poseidon 2 GTXLuvas – REV’IT ArchBotas – TCX Clima Surround GTX

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

BMW F 850 GS Edição "40 Years GS" | Moto | Adventure

andardemoto.pt @ 23-2-2021 08:50:00 - Texto: Rogério Carmo | Fotos: Luis Duarte


Clique aqui para ver mais sobre: Test drives