MotoGP, 2022, Silverstone - Zarco na Pole com volta recorde

Recorde absoluto de Silverstone

Uma impressionante Q2 viu oito pilotos baterem o antigo recorde de Silverstone de Marc Márquez, enquanto Aleix Espargaró ainda conseguiu resgatar um arranque da segunda fila depois de uma enorme queda no TL4  

andardemoto.pt @ 6-8-2022 16:57:10 - Paulo Araújo

Johann Zarco (Ducati Prima Pramac) irá partir da pole position no Monster Energy British Grand Prix depois de ter produzido um novo recorde de todos os tempos em Silverstone.
Um magnífico 1:57.767 viu o francês bater o segundo lugar Maverick Viñales (Aprilia Racing) por 0,098s, enquanto Jack Miller (Ducati Lenovo Team) reivindicava uma primeira linha na 3ª posição e, após uma enorme queda no TL4, Aleix Espargaró (Aprilia Racing) conseguiu um heróico 6º a apenas 0,199s de distância da Pole.Depois de uma grande chicotada na Curva 12 no TL4, um Aleix Espargaró muito dorido (acima) teve sorte de poder alinhar após verificações médicas confirmarem que não tinha sofrido fraturas.



Enquanto isso, Martin fez uma exibição de qualidade à frente do colega de equipa Zarco por menos de um décimo após as primeiras voltas largadas... um 1:58.377 era o tempo a bater.

Quartararo fez então o melhor tempo por 0,118s enquanto Miller subia para 2º, 0,001s atrás do francês.

O primeiro esforço de Espargaró foi a 1,6s do ritmo de Quartararo, mas depois de novos pneus o número 41 estava de volta para ver até onde conseguia chegar - só o facto de estar lá depois da queda era impressionante.

Foi o companheiro de equipa de Espargaró Viñales que ocupou o 3º provisório quando nos cinco minutos finais da sessão, Martin e Zarco tinham sido baralhados para 4º e 5º, com Alex Rins (Suzuki Ecstar) 6º à frente de Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo) em sétimo lugar.


As atenções voltaram-se então para Aleix Espargaró. Três setores vermelhos deram-lhe um recorde de 1:57.966 - um novo recorde absoluto.
Uma tentativa fenomenal, mas não ia ser suficiente para a pole position porque uma enxurrada de tempos rápidos estava prestes a chegar.Quartararo ainda regressou brevemente a 1º antes de Miller e depois a estrela Yamaha melhorou ainda mais.
No entanto, o espantoso tempo de Zarco colocou o francês no topo e não foi derrotado por Bagnaia, que encaixou em 4º à frente de Espargaró.
O último a cruzar a linha numa volta largada foi Viñales.



O 1:57.865 do Top Gun foi suficiente para o catapultar ao segundo lugar, ganhando ao espanhol o seu melhor resultado de qualificação com Aprilia e a sua primeira primeira linha da frente desde a sua Pole no TT holandês de 2021.
No final, no entanto, o novo recorde absoluto de Zarco dá ao terceiro lugar na corrida ao Campeonato do Mundo a sua segunda pole da época.
Bagnaia inicia de 5º, Aleix Espargaró de 6º.
Martin teve de se contentar com o 9º, apesar de estar a menos de meio segundo da pole position, já que Luca Marini (Mooney VR46), Rins e Joan Mir (Suzuki Ecstar) completam os lugares do Q2 em 10º, 11º e 12º, respetivamente, e Oliveira, como vimos, ficou a seguir em 13º...

andardemoto.pt @ 6-8-2022 16:57:10 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Esportes