EICMA 2019 – Kawasaki Z900

A naked de Akashi recebe importantes alterações para 2020. A nova Kawasaki Z900 conta com nova instrumentação, mais eletrónica, e um motor menos poluente.

andardemoto.pt @ 7-11-2019 15:10:36

Com a nova Z H2 como grande destaque no Salão de Milão EICMA, e com a Z1000 SX a fazer sonhar os motociclistas que gostam de viajar numa moto de cariz desportivo, a Kawasaki não se esqueceu dos motociclistas mais urbanos e atualizou a popular Z900 para 2020.

O motor quatro em linha está agora dentro dos parâmetros das normas de homologação Euro5. A Kawasaki conseguiu atingir esse objetivo ao realizar modificações no sistema de escape, nomeadamente criando um catalisador de maior volume, e ao mesmo tempo redesenhando a estrutura interna do pré-silenciador.

A injeção foi atualizada, e as molas da embraiagem são novas, o que contribui para uma aceleração mais suave deste motor capaz de desenvolver 125 cv e praticamente 97 Nm de binário máximo.

Nesta versão de 2020 da Z900 a Kawasaki também aproveitou a ocasião para alterar o quadro tubular, nomeadamente reforçando a área onde encaixa o pivot do braço oscilante. Em conjunto com esta modificação, as afinações das suspensões frontal e traseira também são novas, para garantir que a nova Z900 mantém a agilidade que lhe é tão característica.

O design desta naked desportiva mantém-se inalterado, pelo menos na sua generalidade. Na realidade a Kawasaki operou alterações em certos detalhes que no final acabam por refrescar a imagem da Z900.

A máscara de farol frontal mantém as linhas agressivas e vincadas, mas é menos afilada. Na ótica LED encontramos agora duas luzes de posição em LED, enquanto as coberturas das entradas de ar, do depósito de combustível, e mesmo da carenagem inferior foram retocadas em termos de formato para complementar o “look” mais desportivo da Z900.


Mas a nova Kawasaki Z900 não apresenta apenas novidades técnicas ou de design. Conta ainda com diversas novidades ao nível da tecnologia usada.

O condutor pode a partir de agora selecionar um de quatro modos de condução – Sport, Road, Rain e Rider (personalizável) – que afetam a forma como o motor entrega a sua potência, para além de alterar a intervenção do sistema de controlo de tração KTRC.

Com o Rider mode selecionado, o condutor tem à sua disposição dois modos de potência (Low e Full), enquanto o controlo de tração pode ser ajustado em três níveis de intervenção, ou então ser totalmente desligado.

Tudo isto é controlado por novos comandos no punho esquerdo e pela nova instrumentação. O painel de instrumentos da Z900 passa a ser uma unidade TFT a cores, com 4,3 polegadas. Adapta-se automaticamente às diferentes situações de luz e sombra, e o destaque particular neste painel da Z900 é que passa a disponibilizar mais informações do que anteriormente.

Além disso o painel de instrumentos tem integrado um chip Bluetooth, que por sua vez permite conectar a Z900 ao telemóvel. Será necessário utilizar a aplicação Kawasaki Rideology para ter acesso a todas as informações sobre a Z900 na palma da sua mão.

A Kawasaki Z900 de 2020 estará disponível em quatro esquemas de cores e gráficos: Metallic Graphite Grey / Metallic Spark Black, Candy Lime Green / Metallic Spark Black, Pearl Blizzard White / Metallic Spark Black, Metallic Spark Black / Metallic Flat Spark Black.


Galeria Kawasaki Z900

andardemoto.pt @ 7-11-2019 15:10:36


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews