Confirmada versão A2 da nova Aprilia RS 660

É uma das desportivas mais aguardadas dos últimos anos. A bicilíndrica Aprilia RS 660, para além da versão “full power”, também estará disponível numa versão para os motociclistas com carta A2.

andardemoto.pt @ 12-2-2020 12:57:23

Enquanto a Aprilia vai reformulando o seu projeto de MotoGP, com uma nova RS-GP para 2020 e que tão boas indicações tem dado durante os testes de pré-temporada nas mãos de Aleix Espargaró, a verdade é que a marca italiana com sede em Noale tem nas mãos o lançamento de uma moto que é aguardada com bastantes expectativas.

A desportiva RS 660 tem dado que falar desde que foi apresentada no Salão de Milão EICMA. E com boas razões para isso!

O motor desta italiana é derivado do bloco de quatro cilindros em V que já conhecemos da superdesportiva RSV4 1100 Factory de 217 cv. Apesar de ter metade dos cilindros, metade da cilindrada, e muito menos potência, a RS 660 tem ainda assim argumentos que podem fazer com que seja uma moto bem sucedida dentro da gama da casa de Noale.

Por exemplo o quadro dupla trave em alumínio deriva da RSV4, o que significa que a Aprilia RS 660 terá um comportamento bem agressivo em termos de agilidade e dinâmica. A juntar ao quadro encontramos um braço oscilante totalmente novo, com desenho assimétrico, e que tal como o quadro, utiliza o motor como elemento de ligação e reforço.


Assim teremos uma desportiva bastante interessante a nível dinâmico, com curta distância entre eixos, leve (apenas 169 kg a seco), e com um motor que para além da versão “full power” de 100 cv, estará ainda disponível, e isso foi agora confirmado pela Aprilia, numa versão A2 com 95 cv de potência. Esta variante menos potente poderá ser limitada aos 47 cv para se enquadrar na categoria A2.

No entanto a Aprilia RS 660 versão A2 poderá não ser disponibilizada em todos os mercados. Uma fonte da marca italiana confirmou-nos que apesar da RS 660 A2 poder receber a homologação num país, por exemplo Itália, isso não significa que em Portugal automaticamente seja comercializada essa mesma versão limitada. Será uma situação a confirmar em breve.

A juntar a tudo isto temos ainda um design do mais atraente que se encontra no seu segmento, incluindo asas aerodinâmicas escondidas nas carenagens laterais. Os punhos não serão tão baixos como os usados nas superdesportivas, o que fará com que a RS 660 seja mais confortável, e ao mesmo tempo o motor menos potente do que as supersport atuais fará com que qualquer motociclista tenha na Aprilia RS 660 uma companheira bem divertida para atacar umas curvas de montanha ou os tempos por volta num circuito.

Também convém não esquecer que a Aprilia instala nesta desportiva de média cilindrada um pacote eletrónico bastante evoluído.

o aPRC da RS 660 é já de nova geração, utilizando as informações recolhidas pela plataforma de medição de inércia de 6 eixos. Isto permite ao condutor ajustar diversos parâmetros como o Aprilia Traction Control, Aprilia Anti Wheelie, Aprilia Cruise Control, Aprilia Quickshift, Aprilia Engine Brake e ainda o Aprilia Engine Map.

Para terminar as ajudas eletrónicas à condução, a Aprilia recorre a um sistema de travagem ABS assinado pela Brembo, ao qual se adiciona um inovador sistema de ABS com função “cornering” multimapas.


Infelizmente, e apesar de confirmar a RS 660 em versão A2, a Aprilia continua a não divulgar qual a data oficial para começo de comercialização da nova desportiva de Noale. As informações que conseguimos recolher junto de fontes ligadas à marca apontam para que a RS 660 chegue aos concessionários ainda este ano, confirmando a indicação de que estaria disponível ainda em 2020.

O preço também está ainda no segredo dos Deuses. Dificilmente, e tendo em conta as especificações já conhecidas desta novidade, ficará abaixo dos 12.000€, mas nunca se sabe se até início de comercialização a Aprilia consegue fazer baixar o valor a pagar para ter esta RS 660 na sua garagem.

andardemoto.pt @ 12-2-2020 12:57:23


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews