Produção da MV Agusta Rush 1000 começa em junho

A casa de Varese confirmou que a nova Rush 1000 começa a ser produzida em junho e as primeiras unidades são entregues nesse mesmo mês. O preço desta “drag racer” da MV Agusta é tão exótico como as suas especificações.

andardemoto.pt @ 20-5-2020 16:24:59

Num mundo onde as naked de alta performance estão a ganhar mais destaque, os fabricantes têm de encontrar formas inovadoras de criar motos únicas e que se destaquem das rivais. E nada melhor do que lançar no mercado modelos especiais e de produção limitada.

A italiana MV Agusta tem uma larga experiência em motos de produção limitada. E a mais recente moto que se encaixa neste perfil, a Rush 1000, acaba de ver confirmado o início de produção para o mês de junho.

Leia também – EICMA 2019: Todos os detalhes da MV Agusta Rush 1000




Será também no final desse mesmo mês que a MV Agusta garante que as primeiras unidades serão entregues aos clientes. No total, serão produzidas 300 unidades da Rush 1000. E o preço é quase tão exótico como os materiais usados: 34.000€... se o cliente não a personalizar!

Apresentada na última edição do Salão de Milão EICMA, a MV Agusta Rush 1000 tem por base a também novidade Brutale 1000 RR.

Para criar a Rush 1000, os engenheiros da casa de Varese acharam que seria boa ideia injetar uma dose bem generosa de esteróides na Brutale 1000 RR, e o resultado é uma naked de inspiração nas motos de “drag racing”, potente, bem equipada, e com um design extremo.




O motor quatro cilindros em linha pode chegar aos 212 cv caso o cliente opte por usar o sistema de escape SC Project, que vem acompanhado por uma centralina específica. Fabricado em titânio e moldado à mão, este escape é uma verdadeira obra de arte por si só.

Mas a MV Agusta Rush 1000 destaca-se ainda por uma ciclística de topo. Suspensões Öhlins Smart EC – forquilha NiX e amortecedor TTX, jantes de alumínio forjado, com a roda traseira a adotar um estilo “drag” através do uso de uma exótica cobertura em fibra de carbono, e carenagens em fibra de carbono, fabricadas à mão, como é o caso da traseira.

Esta é apenas mais uma loucura da MV Agusta e que está perto de chegar à estrada. A marca, agora sob o domínio da família Sardarov, planeia continuar a apostar na criação destas motos de produção limitada para fortalecer a sua imagem de marca “premium”.

andardemoto.pt @ 20-5-2020 16:24:59


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews