MotoGP, 2022 – Suzuki confirma retirada

Este será o último ano da marca em MotoGP

A Suzuki Motor Corporation acaba de confirmar que está em negociações com a Dorna sobre a possibilidade de terminar a sua participação no MotoGP no final de 2022

andardemoto.pt @ 12-5-2022 12:56:01 - Paulo Araújo

Segundo a Suzuki, infelizmente, a actual situação económica e a necessidade de concentrar os seus esforços nas grandes mudanças que o mundo Automóvel enfrenta nestes anos, estão a forçar a terceira marca japonesa a transferir custos e recursos humanos para desenvolver novas tecnologias.

A marca gostaria de expressar a mais profunda gratidão à equipa Suzuki Ecstar, a todos aqueles que têm apoiado as actividades de motociclismo da Suzuki durante muitos anos e a todos os fãs da Suzuki que lhes têm dado o seu apoio entusiástico.


Recordar que a marca de Hamamatsu foi campeã em 1976 e 1977 com Barry Sheene, depois em 1982 com Uncini, mais tarde, no canto de cisne das 2T em 2000 com Kenny Roberts Jr., e mais recentemente, claro, em 2020 com Joan Mir após um grande hiato.

Pensa-se que a negociação com a Dorna poderá virar-se no sentido de encorajar a marca a participar nas SBK, o que implica um investimento bastante menor. Ao mesmo tempo, isto deixaria dois pilotos de ponta da MotoGP, um Campeão Mundial e outro vencedor de várias corrida, apeados e decerto terá um efeito no mercado...

andardemoto.pt @ 12-5-2022 12:56:01 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP