Moto2, 2022, Silverstone – Mais potência e mais rotações para os motores Triumph de Moto2

Evolução da classe

Na véspera do GP de Inglaterra, a Triumph anunciou uma série de desenvolvimentos para o seu motor tricilíndrico 765cc de Moto2  

andardemoto.pt @ 5-8-2022 14:40:00 - Paulo Araújo

O motor derivado da Street Triple RS de produção será revisto para aumentar as rotações, potência e desempenho.

Desde o início da era com propulsor tricilíndricoTriumph em 2019, o motor 765cc redefiniu a classe, com 68 novas voltas e recordes estabelecidos, 20 vencedores diferentes e a primeira velocidade máxima de sempre acima dos 300 km/h.

As características do Triumph triplo atraíram amplos elogios ao fechar o intervalo para a categoria de MotoGP em termos de desempenho e estilo de pilotagem exigido, tornando-se mais relevante no papel da série como categoria de alimentação da classe rainha.

Já marcando um passo significativo em termos de potência quando o motor 765cc foi anunciado como motor das Moto2 a partir do início de 2019, esta última série de desenvolvimentos da Triumph irá dar aos pilotos ainda mais, após quatro temporadas de otimização do atual pacote de desempenho do motor, eletrónica e pneus.

Os últimos desenvolvimentos melhoram ainda mais a parte superior do motor, aumentando a taxa de compressão com uma nova cabeça de cilindro, válvulas mais longas para aumentar a elevação, juntamente com um novo perfil de árvore de cames, e molas de válvulas revistas.

Para manter o impressionante recorde de fiabilidade do motor, tendo já completado quase um milhão de quilómetros competitivos em Moto2, outras melhorias centram-se nos pistões, bielas e cambotas para lidar com a compressão mais elevada do pistão de 90 BAR em vez das atuais 85 BAR.

O Troféu Triumph Triple, que continua a decorrer ao lado do Campeonato Mundial Moto2, tem uma novo critério para 2022, atribuindo pontos para a melhor progressão em corrida desde a posição inicial até ao final.

Isto já destacou algumas performances notáveis, tais como Jeremy Alcoba subindo 20 lugares no Grande Prémio de Portugal e Joe Roberts subindo 17 posições em Le Mans, e estes últimos desenvolvimentos de motores visam oferecer mais oportunidades de ultrapassagem.

Para 2022, a estrutura de pontos do Troféu Triumph Triple foi revista da seguinte forma:

- 7 pontos - Melhor progressão da corrida desde o início até ao fim: para o piloto ou pilotos que recuperam mais posições desde o início da corrida até à bandeira xadrez.

- 6 pontos – Para o piloto que se qualifica na pole

- 5 pontos – Para a volta de corrida mais rápida: 5 pontos para o piloto ou pilotos mais rápidos no caso de um empate

O vencedor - o piloto que tiver alcançado o maior número de pontos ao longo da temporada - receberá uma motocicleta Triumph Street Triple RS personalizada.


Steve Sargent, Chefe de Produto da Triumph:

"Estamos incrivelmente orgulhosos da forma como o nosso motor triplo de 765cc redefiniu a categoria Moto2, tornando-a mais rápida, mais competitiva e com melhor som. Ter alcançado tantos recordes de volta, e uma velocidade máxima equivalente a mais de 100km/h por cilindro, é algo com que estamos muito satisfeitos desde que a Triumph começou a alimentar a classe a partir da época de 2019. Quando há uma mudança tão fundamental numa categoria, todos embarcam numa viagem de aprendizagem - os pilotos e equipas em termos de sintonia com as características do triplo e de optimização do pacote global de motor, electrónica e pneus, e nós como Triumph em termos de potencial de desempenho e fiabilidade.”

"Conseguimos quase 1 milhão de quilómetros competitivos com o motor actual de 765cc das Moto2 e isso dá-nos uma enorme confiança neste próximo passo para dar aos pilotos algo que todos eles querem - mais rotações e mais potência. Estamos ansiosos por ver ainda mais recordes de voltas a cair à medida que os tempos se tornam mais rápidos, e como mais potência dá aos pilotos mais liberdade para criar oportunidades de ultrapassagem, estamos entusiasmados por começar o próximo capítulo de Moto2 by Triumph".

Carlos Ezpeleta, Director Executivo da Dorna Sports: "Desde o início da era Triumph em Moto2, temos estado muito satisfeitos com o desempenho, e fiabilidade, do Triumph triplo 765cc e os registos de volta falam por si. É importante que a Moto2 seja um espectáculo por direito próprio e que proporcione uma plataforma relevante para desenvolver a próxima geração de pilotos de MotoGP e este novo anúncio de mais potência motor vai ainda mais longe ao encontro de ambos os objectivos. Estamos muito satisfeitos com o trabalho da Triumph no que respeita à potência Moto2 e de ver a forma como estão constantemente a avaliar e a melhorar".

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765cc é um desenvolvimento da moto de estrada Street Triple RS 765cc, líder da classe, que produz mais de 140 cve a mesma banda sonora visceral.

A variante Street Triple RS, de alta especificação, é tão perfeitamente adequada à pista como à estrada.

andardemoto.pt @ 5-8-2022 14:40:00 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP