Análise botas TCX RT-Race - Confortáveis e resistentes

Depois de dois anos de utilização, está na hora de analisar ao detalhe as botas TCX RT-Race. Pensadas para uso em pista, estas botas revelam-se também umas boas companheiras para condução de moto em estrada.

andardemoto.pt @ 18-6-2019 09:00:00 - Texto: Bruno Gomes

Quando se fala em botas de motociclismo para uso em pista não é fácil encontrar um modelo que satisfaça todos os motociclistas. Cada um de nós tem as suas necessidades, os seus gostos, e a fisionomia do pé é diferente. Pelo que para uma marca conseguir criar uma bota de pista que consiga proteger e ser confortável acaba por ser uma missão muito complicada.

Porém os especialistas italianos da TCX trabalharam com diversos pilotos e motociclistas para desenvolver uma bota de pista que se revela impressionante a vários níveis. E digo isto depois de dois anos de utilização das RT-Race. Foi após uma visita à fábrica da TCX em Itália, em 2017, que recebi um par de botas que na altura estavam a ser entregues aos pilotos do Mundial de Velocidade antes de chegarem às lojas.

Para minha sorte a TCX fez-me ainda a surpresa de personalizar um par de RT-Race. As cores da Red Bull (azul e laranja) nunca estiveram disponíveis para comercialização, e tive ainda a oportunidade de inserir o meu logótipo em cada uma das botas. De resto, as RT-Race que recebi são absolutamente iguais ao modelo de produção.

Como referi, estas botas foram desenvolvidas pela TCX para uma utilização em pista. São, por isso, botas mais rijas do que o habitual, para conseguirem aguentar com os impactos em caso de queda. Mas nem por isso são pesadas ou desconfortáveis. Aliás, se há coisa que posso dizer das RT-Race é que são bastante confortáveis para botas de pista!

Habitualmente tenho alguma dificuldade em calçar / descalçar as botas de pista. O peito do meu pé é mais alto, e com as botas interiores que encontramos nas botas de pista atuais calçar / descalçar torna-se numa missão quase impossível. Especialmente descalçar depois de conduzir em pista, pois os pés estão mais inchados.

No entanto a RT-Race revelaram-se muito boas neste aspecto. Não precisaram de mais do que duas utilizações para se “moldar” aos pés, e o fecho tipo ZIP que corre ao longo de toda a lateral exterior da bota permite abrir bastante o cano da mesma, e assim torna-se mais fácil calçar ou descalçar.

Uma vez no interior, o pé fica bem encaixado na bota, e o sistema de ajuste interno Fasten Fit Control com cordão garante que conseguimos apertar as botas no ponto certo, com o mecanismo micrométrico a garantir um ajuste muito bom à barriga da perna. Ainda no interior, destaco a capacidade de absorção de impactos da palmilha. Tem dupla densidade, e mesmo depois de um dia inteiro de uso em pista a palmilha mantém a forma.


As proteções externas, rígidas, em poliuretano, apresentam boa qualidade e bom encaixe. Ao fim de pouco tempo o roçar de peças plásticas no calcanhar acabou por começar a fazer aquele ruído típico deste tipo de botas com mecanismo anti-torsão. Mas um pouco de silicone ou outro líquido lubrificante e o ruído acaba por desaparecer.

Estas proteções sentem-se resistentes, e de facto impedem a rotação lateral do pé, sem no entanto impedirem o movimento vertical para podermos usar o seletor de caixa ou o pedal de travão.

Um dos detalhes mais interessantes nestas TCX RT-Race é o painel em microfibra no lado interno da bota. A marca italiana refere que este material funciona como proteção contra o calor que vem do motor, mas como é tão suave permite fixar as botas à moto sem corrermos o risco de riscar os poisa-pés ou o quadro. Adicionalmente esta zona das RT-Race tem também um pouco de material aborrachado, o que garante uma aderência extra quando estamos em inclinação em curva.

Neste particular, e tendo em conta que as usei intensamente durante dois anos, este material em microfibra é o elemento que apresenta maior desgaste nas RT-Race. Ainda assim, um desgaste pouco pronunciado, e apenas na bota do pé direito.

Os deslizadores frontais são em plástico mais rijo, e não apresentam qualquer desgaste. De qualquer forma a TCX permite a sua substituição em caso de necessidade, bastando para isso desapertar um parafuso. O sistema é simples, mas o parafuso está já bastante enferrujado. No calcanhar a TCX utiliza deslizador em magnésio, mais resistente, mas que permite um deslizar mais fácil da bota em caso de queda, impedindo o torcer do pé.

Não sendo botas para andar a pé, as RT-Race garantem algum nível de conforto quando precisamos de nos deslocar a pé no paddock. A sola antiderrapante garante boa aderência ao solo, mesmo quando molhado, e mesmo em diversos tipos de poisa-pés senti sempre que a sola destas TCX oferece boa aderência. Para além disso não mostram desgaste pronunciado.

A marca italiana comercializa uma versão à prova de água. Mas estas RT-Race que testei não são. Nas vezes em que conduzi à chuva, não fiquei com os pés molhados, pelo que não deixo de ficar surpreendido com a capacidade das RT-Race em impedir a entrada de água. Provavelmente isso deve-se à montagem cuidada, perfeita, dos vários componentes que fazem parte das RT-Race. Todas as peças encaixam na perfeição, sem grandes folgas. Mas isso também tem os seus problemas.

Em países onde as temperaturas são mais altas, como Portugal, estas botas de pista não são tão respiráveis como esperado. Os pés acabam por aquecer bastante, o interior da bota fica com muita humidade, e não se sente grande circulação de ar no interior mesmo a grandes velocidades. Um ponto menos positivo, mas que felizmente é contrabalançado pelo facto de apenas precisarmos de alguns minutos com as botas abertas para o interior secar.


A qualidade destas botas TCX RT-Race é inegável! A pele usada na construção da bota não apresenta danos nem está ressequida, embora eu tenha algum cuidado com a sua limpeza, e mesmo as cores azul e laranja continuam com a mesma intensidade de quando as botas saíram da fábrica. A única zona com algum, pouco, desgaste é a pele em cor de laranja na zona da tíbia. Os velcros continuam a “agarrar” bem, e o fecho ZIP desliza sem qualquer hesitação.

Depois de dois anos de uso em pista e fora dela, as TCX RT-Race deixaram-me impressionado e satisfeito por poder contar com uma equipamento de segurança de tão boa qualidade e confortável.

Com um preço de 299€ as RT-Race não são baratas, mas também não são particularmente caras. Penso que têm um preço muito ajustado para aquilo que oferecem. E se tiver em conta o pouco desgaste que apresentam, então devo dizer que as considero um excelente investimento para o médio prazo.

Galeria de fotos botas TCX RT-Race

andardemoto.pt @ 18-6-2019 09:00:00 - Texto: Bruno Gomes


Clique aqui para ver mais sobre: Notícias de Equipamentos e Acessórios para Motos