Dakar 2021 12ª Etapa – Kevin Benavides garante nova vitória para a Honda!

A última etapa do Rali Dakar levou os pilotos de regresso a Jeddah. Ricky Brabec venceu a 12ª Etapa mas foi o seu companheiro de equipa Kevin Benavides que garantiu a segunda vitória consecutiva para a Honda. Os portugueses estiveram em grande plano no dia de hoje.

andardemoto.pt @ 15-1-2021 10:44:50

Após doze dias a competir contra o relógio, mais o Prólogo, os pilotos que participaram na 43ª edição do Rali Dakar na Arábia Saudita puderam finalmente celebrar o fim de mais uma edição da mais dura prova de todo o terreno do mundo.

Com Jeddah a receber o palanque final, a caravana do Dakar 2021, apesar dos motivos para festejar, não teve um dia fácil pois recebeu a notícia que ninguém queria receber: Pierre Cherpin (#111), que sofreu uma queda na 7ª Etapa entre Ha’il para Sakaka, faleceu durante a viagem de Jeddah para França.



Cherpin foi encontrado inconsciente ao quilómetro 178 da 7ª Etapa pela equipa médica que chegou ao local no helicóptero. Transportado para o hospital de Sakaka foi imediatamente operado no departamento de neurocirurgia para tentar estabilizar um forte traumatismo craniano. Depois de estabilizado e mantido em coma induzido desde então, Pierre Cherpin foi entretanto transportado para Jeddah onde a sua condição de saúde permitiu planear a viagem de volta para França, onde ficaria no hospital de Lille.

Infelizmente o piloto francês, um apaixonado pelo ar livre e espaços abertos, velejador e participante na categoria “Original by Motul”, faleceu durante a viagem para França. Tinha 52 anos e participava no seu quarto Rali Dakar.

A toda a família do piloto o Andar de Moto deixa aqui as suas condolências.


Em relação à 12ª Etapa do Rali Dakar e à luta pela vitória, o último dia ligou Yanbu a Jeddah, com os pilotos a percorrerem 225 km contra o relógio. Depois de no dia anterior Sam Sunderland (Red Bull KTM Factory) ter deixado a Monster Energy Honda à beira de um ataque de nervos, ao reduzir a apenas 4m12s a liderança de Kevin Benavides, o britânico sabia que na etapa de hoje seria um tudo ou nada novamente.

Sam Sunderland foi obrigado a sair para a etapa em primeiro fruto da vitória na 11ª Etapa, e isso abriu caminho para que tanto Kevin Benavides como Ricky Brabec, os dois pilotos Honda, pudessem seguir o trilho aberto por Sunderland e assim controlar o andamento.



Ao quilómetro 149 da especial, o piloto argentino da Honda já tinha apanhado o britânico da KTM. A partir daí Kevin Benavides não se atemorizou e completou a última etapa do Rali Dakar a abrir caminho, sem que Sam Sunderland conseguisse sequer aproximar-se.

Para o piloto da KTM o dia foi duplamente penalizador, pois não só não conseguiu bater Kevin Benavides na luta pela vitória final no Rali Dakar, como ainda viu Ricky Brabec vencer a 12ª Etapa, ganhando 13m07s para Sunderland, e com isso o campeão de 2020 subiu a segundo na Geral por troca com o piloto da KTM.

Esta é a primeira dobradinha da Honda no Rali Dakar desde 1987, ano em que Cyril Neveu venceu na frente de Edi Orioli.

Destaque ainda nesta última etapa para mais uma desistência entre os pilotos da frente. Adrien van Beveren foi obrigado a abandonar a poucos quilómetros do fim do Rali Dakar. A Monster Energy Yamaha viu assim todos os seus cinco pilotos abandonarem a prova: primeiro Andrew Short logo na 2ª Etapa (devido a combustível contaminado com água), Jamie McCanney na 5ª Etapa, Franco Caimi resistiu mais duas etapas e ainda Ross Branch na 8ª etapa. O Rali Dakar deste ano foi mesmo para esquecer para a Yamaha.


Ainda em relação à 12ª Etapa destacamos a prestação dos três pilotos portugueses.

Joaquim Rodrigues (Hero Motorsports) voltou a ser o melhor e desta feita bem dentro do “Top 10”. O piloto luso terminou o último dia de competição na 8ª posição a 12m18s de Brabec, e na Geral termina o Rali Dakar na 11ª posição a 3h04m24s de Kevin Benavides.

Sebastian Bühler (Hero Motorsports) foi 10º na etapa de hoje a 13m06s de Ricky Brabec, e na classificação Geral das motos termina o Dakar 2021 na 14ª posição a 4h00m03s do vencedor Benavides.

Já Rui Gonçalves (Sherco Factory), que este ano se estreou na prova rainha do TT mundial, terminou a etapa em 13º a perder 16m11s para Brabec, e na classificação Geral o piloto de Vidago fecha a sua primeira participação com um 19º lugar e um atraso de 6h35m21s para o vencedor Benavides.

Leia também – Resultados do Prólogo do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 1ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 2ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 3ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 4ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 5ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 6ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 7ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 8ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 9ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 10ª Etapa do Rali Dakar

Leia também – Resultados da 11ª Etapa do Rali Dakar


Classificação da 12ª Etapa do Rali Dakar


1 – Ricky Brabec (Honda)
2 – Kevin Benavides (Honda) +2m17s
3 – Matthias Walkner (KTM) +4m13s
8 – Joaquim Rodrigues (Hero) +12m18s
10 – Sebastian Bühler (Hero) +13m06s
13 – Rui Gonçalves (Sherco) +16m11s


Classificação Geral após 12ª Etapa do Rali Dakar

Foto: A.Vincent DPPI

Foto: A.Vincent DPPI


1 – Kevin Benavides
2 – Ricky Brabec +4m56s
3 – Sam Sunderland +15m57s
11 – Joaquim Rodrigues +3h04m24s
14 – Sebastian Bühler +4h00m03s
19 – Rui Gonçalves +6h35m21s

Galeria de fotos da 12ª Etapa do Rali Dakar

andardemoto.pt @ 15-1-2021 10:44:50


Clique aqui para ver mais sobre: Rali Dakar 2021