SBK Imola – Rea coloca ponto final na invencibilidade de Bautista

O piloto norte-irlandês da Kawasaki Racing Team venceu a Corrida 1 da ronda italiana do Mundial Superbike em Imola. Jonathan Rea voltou ao seu melhor nível e não deu qualquer hipótese a Alvaro Bautista. Toprak Razgatlioglu fechou o pódio depois de uma recuperação fantástica.

andardemoto.pt @ 11-5-2019 20:31:26

Finalmente está quebrada a invencibilidade do piloto espanhol Alvaro Bautista, que esta temporada tem dominado com punho de ferro o Mundial Superbike, e contava só com vitórias todas as corridas realizadas até à Corrida 1 da ronda de Imola, que se realizou hoje no icónico circuito italiano. O homem que conseguiu acabar com essa invencibilidade do piloto da Aruba.it Ducati foi, claro, Jonathan Rea, que aos comandos da sua Kawasaki Ninja ZX-10RR não deu hipóteses ao rival espanhol.

Rea arrancou para esta Corrida 1 da melhor forma, mas logo após alguns momentos em que o norte-irlandês esteve na liderança, foi Chaz Davies (Aruba.it Ducati) que assumia a liderança da corrida depois de a ter perdido no arranque, ele que tinha conquistado a “pole position”.


No entanto, a corrida do galês da Ducati ficou na escapatória de Imola, mais precisamente na curva Acqua Minerale, quando a sua Panigale V4 R sofreu um porblema técnico. Jonathan Rea estava assim novamente na liderança, e sem Davies para o pressionar, o tetracampeão do mundo em Superbike voltou ao seu melhor nível e arrancou para uma corrida solitária, ganhando pouco mais de meio segundo por volta aos seus perseguidores.

Na realidade não podemos dizer perseguidores, pois o único que conseguiu tentar ir atrás de Rea foi Alvaro Bautista. O espanhol sentiu desde a primeira sessão na pista de Imola bastantes dificuldades em acertar a sua Panigale V4 R, e isso notou-se também na Corrida 1. O piloto da Ducati, e líder incontestado do Mundial Superbike, não teve forma de responder ao ritmo fortíssimo de Jonathan Rea, e assim teve de se contentar com um segundo lugar.

Mais atrás, a batalha pelo lugar mais baixo do pódio foi mesmo até ao fim. O turco Toprak Razgatlioglu (Turkish Puccetti Kawasaki) e o holandês Michael van der Mark (PATA Yamaha World SBK) chegaram mesmo a tocar-se por duas vezes na tentativa de conquistar o último lugar do pódio na Corrida 1 de Imola. Entre toque, troca de tinta, alguns cotovelos, foi Razgatlioglu quem saiu vencedor e assim subiu ao pódio depois de uma corrida intensa e onde arrancou de 11º.

Com esta vitória Jonathan Rea volta a dar uma alegria aos fãs e à Kawasaki. Esta foi a primeira vitória do ano para o campeão, a oitava da carreira em Imola e a sua 72ª vitória no Mundial Superbike. O fim da sua mais longa seca de vitórias desde 2013 permitiu também à Kawasaki 128ª vitória da casa de Akashi neste mundial.


Desilusão também para Tom Sykes e para a BMW Motorrad World SBK Team. O britânico, que relembramos ainda está a utilizar um motor praticamente “stock” porque o departamento de competição da BMW Motorrad ainda não tem o motor Superbike disponível, estava a caminho de um possível pódio. Infelizmente para Sykes a BMW S1000RR não quis colaborar, e devido a um problema técnico a moto alemã ficou pelo caminho, destruindo as hipóteses de Sykes de regressar ao pódio do Mundial Superbike.

Com estes resultados Alvaro Bautista mantém a liderança na classificação. O piloto da Ducati tem agora 256 pontos, seguido mais de perto, ainda que apenas mais um pouco, por Jonathan Rea com 208 pontos. O pódio da classificação está completo com Alex Lowes com 135 pontos, com o britânico da PATA Yamaha a não ter uma corrida boa em Imola.

Fique atento ao seu Andar de Moto para ficar a par de todos os resultados das corridas de amanhã do Mundial Superbike em Imola. A não perder!

andardemoto.pt @ 11-5-2019 20:31:26