A história das 300 vitórias Honda na categoria rainha

A vitória de Marc Marquez no Grande Prémio de França 2019 tornou a Honda no primeiro fabricante a conseguir atingir as 300 vitórias na categoria rainha do motociclismo mundial. Mas este percurso vitorioso começou há muito tempo, quando Jim Redman venceu pela primeira vez, com uma Honda 500 cc, o GP da Alemanha.

andardemoto.pt @ 21-5-2019 08:00:00

A Honda e o seu departamento de competição Honda Racing Corporation (HRC) têm muito para festejar estes dias, pois não só estão a liderar, de forma autoritária, a temporada 2019 de MotoGP, com Marc Marquez a pilotar provavelmente da melhor forma que alguma vez pilotou, como no passado fim de semana a marca japonesa logrou conquistar a sua 300ª vitória na categoria rainha do Mundial de Velocidade!

Este feito único tem sido ultimamente destacado pelos fãs que colocam Marc Marquez como o rosto principal deste percurso vitorioso. Mas a verdade é que esta história de vitórias, 300 para sermos exatos, começou há muitos anos, quando Jim Redman conquistou a primeira vitória de sempre de uma Honda 500 cc. no Mundial de Velocidade.

Foi em 1966 que Redman pilotou pela primeira vez uma RC181, a primeira Honda projectada especificamente para competição. E essa mesma RC181 foi também usada na competição em 1967.

A primeira vitória Honda na categoria rainha do motociclismo aconteceu no GP da Alemanha de 1966, quando Jim Redman cruzou em primeiro lugar a linha de meta em Hockenheim. Mike Hailwood, companheiro de equipa de Redman, não lhe ficou atrás, e pouco tempo depois somou outra vitória para a marca nipónica, em Brno.

Os anos passaram e a Honda esperou até à chegada de Freddie Spencer para voltar a sentir o doce sabor das vitórias. Foi em 1982, ano de estreia da Honda NS500, de três cilindros e a dois tempos, que “Fast Freddie” recolocou a Honda no topo do pódio, no Grande Prémio da Bélgica em Spa Francorchamps. 

No ano seguinte a mesma NS500 levou Freddie Spencer ao seu primeiro título mundial, o que na altura significou que esta lenda do motociclismo se tinha tornado no mais jovem de sempre a ser campeão do mundo, com apenas 21 anos de idade.


O primeiro campeão do mundo japonês, então na categoria 350 cc, Takazumi Katayama, foi também o primeiro piloto do país do sol nascente a vencer com uma Honda na categoria rainha. Aconteceu em 1982, no Grande Prémio da Suécia.

Em 1984 a Honda Racing Corporation decidiu remodelar por completo o seu arsenal de competição. Nasceu então a icónica NSR500, com motor V4 a dois tempos. Com esta moto a Honda arrecadou nada menos do que 10 títulos mundiais de 500 cc, seis deles de forma consecutiva (de 1994 a 1999).

Esta moto era uma força avassaladora no Mundial de Velocidade, e as vitórias Honda aconteceram a um ritmo ainda mais veloz do que até então. Esta lendária 500 cc japonesa conta nada menos do que 132 vitórias com a sua assinatura, e pelos seus comandos passaram grandes pilotos como Mick Doohan, que venceu 54 corridas na NSR500 sendo por isso o mais bem sucedido de todos, e ainda Wayne Gardner, Alex Crivillé e Eddie Lawson, também eles com vitórias na NSR500.

A juntar a estes nomes temos ainda muitos outros, incluíndo o incontornável Valentino Rossi. Aliás, o italiano foi também o primeiro a dar uma vitória à primeira moto da Honda para competir na categoria MotoGP (2002). Rossi e a RC211V venceram a primeira corrida de MotoGP alguma vez realizada, no Grande Prémio do Japão, no circuito de Suzuka.

As versões seguintes da Honda a quatro tempos, RC212V e RC213V (modelo que ainda hoje é usado), ajudaram a marca japonesa a somar muitas mais vitórias, num total de 144, tornando estas motos nos modelos de competição de maior sucesso da Honda na categoria rainha. 

Marc Marquez, com a vitória do passado domingo em Le Mans, tem um total de 47 vitórias aos comandos da RC213V, o que o faz dele o piloto com maior número de vitórias nesta era das quatro tempos, e está cada vez mais perto de apanhar Mick Doohan que tem 54 vitórias na sua conta pessoal.


Lista completa de pilotos que ajudaram a Honda a somar as 300 vitórias na categoria rainha do Mundial de Velocidade

Jim Redman – 2

Mike Hailwood – 8

Freddie Spencer – 20

Takazumi Katayama – 1

Randy Mamola – 4

Wayne Gardner – 18

Eddie Lawson – 4

Pierfrancesco Chili – 1

Mick Doohan – 54

Alex Crivillé – 15

Daryl Beattie – 1

Alberto Puig – 1

Luca Cadalora – 2

Carlos Checa – 2

Tadayuki Okada – 4

Max Biaggi – 5

Loris Capirossi – 1

Alex Barros – 6

Valentino Rossi – 33

Tohru Ukawa – 1

Sete Gibernau – 8

Makoto Tamada – 2

Nicky Hayden – 3

Marco Melandri – 5

Dani Pedrosa – 31

Toni Elias – 1

Andrea Dovizioso – 1

Casey Stoner – 15

Marc Marquez – 47

Jack Miller – 1

Cal Crutchlow - 3

andardemoto.pt @ 21-5-2019 08:00:00