MotoGP S. Marino – Painel de comissários decide não punir Marquez e Rossi

O incidente que ficará conhecido como #MisanoClash que envolveu Marc Marquez e Valentino Rossi durante a qualificação de MotoGP para o Grande Prémio de São Marino, ficará sem qualquer punição por parte do Painel de Comissários.

andardemoto.pt @ 14-9-2019 22:41:15

Todos estamos recordados do #SepangClash que aconteceu em 2015 no circuito malaio. Mais recentemente, na Argentina, Marc Marquez e Valentino Rossi voltaram a mostrar toda a sua rivalidade de uma forma menos aceitável, mas desde então para cá que dois dos maiores nomes de MotoGP pareciam estar de regresso a uma rivalidade saudável.

Porém, durante a sessão de Qualificação 2 do Grande Prémio de São Marino, Marquez e Rossi voltaram a envolver-se num incidente em pista, e embora não se tenham tocado como noutras ocasiões, ficou bem patente que aquele que ficará conhecido como #MisanoClash reavivou a rivalidade menos saudável entre o espanhol e o italiano.

No sentido de acalmar a situação, a Direção de Corrida decidiu requisitar a presença de Marc Marquez e de Valentino Rossi perante o Painel de Comissários de MotoGP.

Numa reunião presidida por Freddie Spencer, presidente do Painel de Comissários, Marc Marquez levou consigo Alberto Puig, diretor desportivo da Repsol Honda, enquanto Valentino Rossi foi acompanhado de Massimo Meregalli, por parte da Yamaha.


Depois de visionarem as imagens, os pilotos deram os seus pontos de vista aos Comissários e representantes da FIM, que depois de duas horas em deliberação, decidiram-se por não penalizar qualquer piloto depois do que aconteceu em Misano.

O comunicado da FIM refere que optaram por não punir Marquez e Rossi pois as suas voltas já estavam canceladas antes do incidente na curva 14 de Misano, e por isso o que aconteceu não afetou o resultado final da qualificação.

Marc Marquez questiona-se sobre “Qual foi a intenção do Rossi?”, antes de continuar a dar o seu ponto de vista sobre o incidente: “Não sei qual foi a intenção, têm de lhe perguntar a ele qual era a sua intenção com este tipo de ação. A minha sorte é que a minha reação foi de esquivar-me e não de cair. É díficil de entender uma ação assim na qualificação, mas digo já que não quero perder nenhum tempo com isto pois, repito, não é a minha batalha, a minha batalha é o campeonato, sei que há outros pilotos que já não têm qualquer hipótese no campeonato”, diz Marquez referindo-se a Valentino Rossi.


Por sua vez, Rossi dá a sua versão dos acontecimentos: “Estava com o meu segundo pneu, e estava a tentar ao máximo. Depois ele passou-me na curva rápida (Curvone) e fez-me perder tempo, depois foi ao verde (na escapatória) e meti-me pelo interior pois esperava que baixasse a velocidade por ter ido ao verde, mas ele ficou na trajetória e eu tentei passar na travagem. Alarguei e não acelerei mais porque a minha volta acabou ali. Quando alarguei ele bloqueou-me, e fez um gesto com a mão, mas não sei o que significa aquele gesto”, contou Rossi aos jornalistas que se amontoaram à porta da “hospitality” da Yamaha.

Para si, quem tem razão neste #MisanoClash: Marc Marquez ou Valentino Rossi? Ou será que esta situação é normal em competição e tudo ficará por aqui?

andardemoto.pt @ 14-9-2019 22:41:15


Clique aqui para ver mais sobre: Esportes