MotoGP S. Marino - Mais uma para Marquez

Contra todas as expectativas a Honda conquista mais uma vitória. Miguel Oliveira termina em 16º apesar de ter sofrido uma queda.

andardemoto.pt @ 15-9-2019 15:09:20

O circuito de Misano recebeu este fim-de-semana a 13ª ronda do mundial de velocidade. A recente operação de tratamento do asfalto do circuito foi a razão pela qual as equipas se defrontaram com problemas de aderência durante todo o fim-de-semana,

As grandes variações de temperatura ao longo dos dias de treinos e corrida tampouco facilitaram o trabalho de preparação para este Grande Prémio de San Marino e da Riviera de Rimini.


Moto GP

Maverick Viñales arrancou da primeira posição da grelha de partida, imediatamente na frente de Pol Espargaró, que conseguiu uma excelente afinação sua KTM para o fim-de-semana.

Mas foi Marc Marquez que, apesar de ter partido do quinto lugar da grelha, veio a vencer a corrida, após uma verdadeira perseguição e caça ao “rookie” Fabio Quartararo, que liderou a prova durante a maioria das voltas. 

Após a última passagem pela meta, a experiência do piloto espanhol e a maior potência da sua Honda, permitiram uma fácil ultrapassagem à Yamaha Petronas do piloto francês. Com esta vitória, a 77ª da sua carreira, Marc Marquez além de ter superado o palmarés do lendário piloto Mike “The Bike” Hailwood, fica com 93 pontos de vantagem sobre o seu mais directo rival, uma grande ajuda quando apenas faltam conquistar 150 pontos, nas próximas 6 corridas.

Viñales, que dominou o arranque da prova, acabou por ser ultrapassado por Marquez e Quartararo e cruzou a meta tranquilamente em terceiro lugar, com uma vantagem de mais de dez segundos para Valentino Rossi que foi quarto classificado.


Como era previsível, as Ducati mostraram-se pouco à vontade com o escorregadio traçado do circuito à beira do Adriático, e Andrea Dovizioso não conseguiu melhor que um modesto sexto lugar, que acaba por comprometer seriamente as suas aspirações no campeonato onde ocupa a segunda posição.

As quedas foram um prato forte, com Cal Crutchlow, Michele Pirro, Alex Rins e Francesco Bagnaia como protagonistas.

Também Miguel Oliveira foi vítima de uma queda, mas o piloto luso, ainda a recuperar da lesão no ombro direito causada pelo acidente sofrido na ronda inglesa (onde foi abalroado pelo piloto oficial da KTM, Johann Zarco) conseguiu regressar à corrida e ainda assim terminar na 16ª posição.

Moto 2

Fabio Di Giannantonio partiu da pole e foi protagonista de uma grande luta com Augusto Fernandez que acabou por ser o primeiro a cruzar a meta. Alex Marquez foi o terceiro a cortar a meta.

No campeonato a liderança continua a pertencer a Alex Marquez, com 197 pontos, seguido de Augusto Fernandez com 171 pontos e Thomas Luthi com 159 pontos, todos eles em motos Kalex.


Moto 3

Tatsuki Suzuki da SIC58 Squadra Corse, a escuderia do pai do saudoso Marco Simoncelli, partiu da “pole position” e venceu uma muito disputada corrida, conquistando assim a sua primeira vitória em GP. John Mcphee e Tony Arbolino preencheram os dois lugares mais baixos do pódio.

Ainda assim é Lorenzo Dalla Porta, que terminou a corrida apenas em oitavo lugar, que lidera o campeonato com 179 pontos, seguido de Aron Canet com 157 pontos e Tony Arbolino com 149 pontos.

Moto E

Matteo Ferrari venceu a corrida das motos eléctricas, conquistando assim a liderança do campeonato, somando um total de 47 pontos. Xavier Simeon, que neste traçado do Circuito Marco Simoncelli subiu ao lugar mais baixo do pódio, ocupa a segunda posição do campeonato, com uma diferença de apenas 2 pontos.

Mike di Meglio, que não conseguiu pontuar nesta corrida, é o terceiro da tabela, com um total de 41 pontos. 

andardemoto.pt @ 15-9-2019 15:09:20


Clique aqui para ver mais sobre: Esportes