SBK, 2022, Most - Antevisão da Checa

O Mundial Motul de Superbike aterra na República Checa para a sexta ronda da época, no Autodrom Most

Prestes a chegar à República Checa, o paddock das SBK está pronto a atingir alguns marcos importantes antes das férias de Verão

andardemoto.pt @ 26-7-2022 13:51:00 - Paulo Araújo

A Ronda Checa Prosecco DOC promete mais drama e emoção em 2022, depois de ter entrado em cena em 2021; com pilotos em forma e Most ainda sendo algo desconhecido após apenas uma visita, o palco está pronto para uma reviravolta final do enredo antes do Verão. Aqui ficam algumas estatísticas:

4000 - Se marcar 50 pontos, Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team) estará com 4000 pontos marcados apenas para a Kawasaki.

1500 - Mantendo o tema dos pontos, 39 pontuados para Toprak Razgatlioğlu (Yamaha Pata com Brixx) serão um total de 1500, tornando-se o 24º piloto a alcançar tal número.

1000 - Depois de um pódio de Álvaro Bautista (Ducati Aruba) em Donington Park, a Ducati está a apenas um pódio de atingir 1000: seria o primeiro fabricante a atingir este objectivo.



300 - A primeira corrida em Most será a 300ª para o Campeonato Mundial de Supersport.

100 - A Yamaha, após um hat-trick de vitórias de Toprak Razgatlioğlu em Donington Park, conta 99 vitórias, 20 vitórias a menos do terceiro lugar de todos os tempos ocupado pela Honda, e apenas uma a menos de 100.

100 - Jonathan Rea conta neste momento 228 pódios, um recorde de todos os tempos. Com mais 2, estará 100 à frente do seu concorrente mais próximo (Troy Corser, 130). Ele marcou o seu 200º pódio em Most na Corrida Superpole no ano passado.

60 - Espanha tem actualmente 59 vitórias nas SBK e terá como objectivo chegar aos 60 na República Checa.

50 - No ano passado, Most tornou-se a 50ª pista na história das SBK, seguindo-se a Barcelona-Catalunya, introduzida em 2020.


32-32 - Tanto a Yamaha como a Kawasaki ganharam em 32 pistas diferentes na história das SBK; a Yamaha ganhou aqui no ano passado, mas a Kawasaki ainda não subiu ao degrau superior em Most. O recorde pertence à Ducati, vencedora em 46 pistas na história das SBK.

22 – Most é a segunda pista checa na história depois de Brno, que acolheu 22 corridas de 1993 a 2018.

21 - Jonathan Rea ganhou em 21 pistas diferentes, um recorde de sempre, mas Most não é uma dessas pistas.

11 - A Yamaha qualificou-se na primeira linha da Superpole nas últimas onze corridas, uma etapa recorde para o fabricante.

10 - Tanto Álvaro Bautista como Toprak Razgatlioğlu contam 22 vitórias de carreira e, com três vitórias em linha em Most, ambos têm a oportunidade de entrar nos dez primeiros de todos os tempos. À frente deles: Raymond Roche com 23 (11º lugar) e Carlos Checa com 24 (10º). Isto significa que se um deles ganhar duas corridas, entra no topo, deixando momentaneamente o outro de fora.


7 – Uma pole para Razgatlioğlu em Most vai vê-lo passar para sete na carreira - todas para a Yamaha - e colocá-lo em segundo lugar no ranking do fabricante. Ben Spies com 11 está no topo. Também o colocaria ao nível de Regis Laconi, Chaz Davies e Noriyuki Haga.

3 - Em Donington Park, pela terceira vez na história, um piloto (Razgatlioğlu) liderou todas as voltas das três corridas do fim-de-semana. Tinha acontecido anteriormente em Portimão em 2020 com Rea e em Aragón em 2019 (Bautista).

0,040s - O final mais próximo nas SBK no ano passado foi na Corrida 1, com Razgatlioğlu a vencer Redding por 0,040s.


andardemoto.pt @ 26-7-2022 13:51:00 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Esportes