Patentes mostram versões elétricas da Yamaha R1 e MT-07

Descoberto novo conjunto de patentes que mostra que a Yamaha está a trabalhar em várias soluções de carregamento de motos elétricas, para além de revelar versões elétricas da superdesportiva YZF-R1 e da naked utilitária MT-07.

andardemoto.pt @ 3-5-2019 09:30:00

A chegada dos grandes fabricantes japoneses ao mundo das motos elétricas de produção em série está cada vez mais perto. As novidades a este nível chegam, praticamente, a um ritmo diário à nossa redação, e as informações mais recentes que recebemos no Andar de Moto apontam para que a Yamaha esteja efetivamente e ativamente a estudar como criar motos elétricas mais eficientes.

Neste caso estamos perante um novo conjunto de patentes que a casa de Iwata entregou às autoridades competentes no Japão.

A Yamaha não está totalmente a “zeros” no que respeita ao desenvolvimento de motos elétricas. Relembramos que em 2015 a marca japonesa já nos mostrou as concept PES2 e PED2. A Yamaha chegou mesmo a confirmar que iria apresentar uma moto elétrica, de produção, baseada na PES2, mas a verdade é que nos últimos quatro anos não tivemos qualquer novidade relacionada com este assunto.


Através deste novo conjunto de patentes podemos ter uma visão mais direta em relação ao que a Yamaha estará a preparar para o futuro, futuro esse que inclui motos elétricas de diferentes tipos.

A principal novidade é que a Yamaha terá em vista uma superdesportiva YZF-R1 elétrica!

Num dos esquemas de patentes, podemos ver o frontal que se assemelha ao de uma YZF-R1 anterior à atual geração que apareceu em 2015. Não sabemos porque é que a Yamaha optou por utilizar um frontal de uma moto que já não é produzida, mas o facto de terem utilizado uma R1 nestas patentes é um bom indicador de que pelo menos os responsáveis da Yamaha estarão interessados numa superdesportiva elétrica.

No caso do frontal da YZF-R1, o detalhe mais interessante é o local que a Yamaha escolheu como ponto de carregamento das baterias da moto, que fica instalado no sítio onde habitualmente está a ótica, do lado esquerdo.


Mas a Yamaha está a trabalhar noutros locais para colocar o ponto de carregamento das baterias. Por exemplo, no caso do esquema que apresenta uma MT-07, o ponto de carregamento já está colocado por debaixo do banco do passageiro, com o próprio banco a ter uma função tipo “flip up”, a tomada para carregamento quando não está em uso.

Outro esquema apresenta o que se parece com uma PES2. Nesta terceira opção, a Yamaha coloca a tomada de carregamento precisamente no local onde habitualmente está um depósito de combustível numa moto a combustão, mas ligeiramente descentrado para a esquerda e com o bocal colocado em ângulo. Aparentemente a Yamaha estuda aqui a possibilidade de facilitar a colocação da ficha de carregamento quando a moto está apoiada no seu descanso lateral.

Conforme já referimos ao longo do texto, o facto destas patentes da Yamaha terem aparecido agora não significa que algum destes projetos venha a tornar-se realidade. Seria interessante ver uma YZF-R1 ou um MT-07 elétrica, mas parece-nos que com estas patentes a Yamaha estará a mostrar que está mais interessada em encontrar soluções de carregamento do que propriamente na criação de versões elétricas destes modelos.

andardemoto.pt @ 3-5-2019 09:30:00