EICMA 2019 – Kawasaki confirma aquisição da Bimota e mostra a exótica Tesi H2

A marca japonesa confirmou no Salão de Milão EICMA os contornos do negócio que permitiu a aquisição da marca italiana Bimota. Apesar do negócio se ter concretizado há pouco tempo, a Bimota já revelou o primeiro resultados deste “casamento”: a Tesi H2.

andardemoto.pt @ 7-11-2019 15:53:39

A aquisição da Bimota por parte da Kawasaki já tinha sido aventada, mas até ao Salão de Milão EICMA 2019 não havia confirmação de que o negócio realmente se tinha concretizado. Porém, no certame italiano, a Bimota e a Kawasaki confirmaram a união das duas marcas e apresentaram  a sua primeira moto construida em parceria: a Tesi H2.

Segundo agora foi revelado, o negócio de aquisição da Bimota começou a ser tratado há três anos, quando a Kawasaki foi contactada por um banco de investimento. Os responsáveis máximos da casa de Akashi perceberam que podiam adquirir a Bimota, e rapidamente se deslocaram a Itália para fechar negócio.

Porém o negócio não se revelou tão simples como poderia parecer, tendo em conta que a Bimota há muito que estava em dificuldades financeiras e perto de fechar as suas portas.

A Kawasaki Europa teve de criar uma subsidiária em Itália, a Italian Motorcycle Investment (IMI), sendo essa a entidade responsável por adquirir 49,9% do capital da Bimota, dando assim à Kawasaki uma posição de relevo e enorme preponderância no futuro da marca italiana.

O processo de passar os registos para a Kawasaki ainda não está concluído, mas deverá acontecer em breve. Entretanto, e sem esperar esse momento, a Bimota já trabalhou em conjunto com a Kawasaki para trazer até ao Salão de Milão EICMA uma novidade, a Tesi H2.

Esta é a primeira moto fabricada pela Bimota desde a superdesportiva BB3 que a casa italiana criou em 2014, em parceria com a BMW Motorrad.


Renascida das cinzas e com mais força do que nunca, a nova Bimota pretende continuar a surpreender-nos com as suas criações exóticas, e a nova Tesi H2 é disso um bom exemplo, embora a marca italiana ainda não tenha divulgado grandes detalhes sobre este modelo em estreia na EICMA.

O que já sabemos é que a Tesi H2 baseia-se na explosiva Kawasaki Ninja H2, e as performances do motor sobrealimentado por compressor volumétrico não são diferentes. Isso significa que esta Tesi H2 disponibiliza uma potência de 231 cv, que pode ir aos 243 cv quando o efeito “ram air” entra em ação.

Com um design típico de outros modelos Bimota, notam-se alguns cabos ligados às suspensões, o que deixa no ar a forte ideia de que estes elementos são controlados e ajustados de forma eletrónica.

A Bimota diz que as primeiras unidades da Tesi H2 serão entregues aos proprietários a partir de junho de 2020. Quanto ao preço, e tendo em conta as soluções exóticas empregues nesta novidade italiana, deverá rondar valores na ordem dos 50.000€.

Com a Tesi H2 sobrealimentada, a Kawasaki conseguiu alargar o número de modelos que utilizam o seu compressor volumétrico e que marcaram presença na EICMA, pois a nova Kawasaki Z H2 esteve em grande destaque no stand da marca japonesa.


Galeria Bimota Tesi H2

andardemoto.pt @ 7-11-2019 15:53:39


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews