Suzuki Burgman 400 – A maxiscooter original atualiza-se

O fabricante japonês revelou a nova geração do modelo que deu origem ao segmento maxiscooter. Fique a conhecer os detalhes da nova Suzuki Burgman 400 em versão Euro 5.

andardemoto.pt @ 31-3-2021 13:40:41

A Suzuki manteve-se discreta em relação a uma eventual renovação da Burgman 400, mas a verdade é que a casa de Hamamatsu sabia que não podia perder a oportunidade de atualizar o modelo que, em 1998, deu origem ao segmento das maxiscooter.

Ao longo dos anos e nas mais diversas cilindradas, desde 125 cc até à maior e mais luxuosa 650 cc, a Burgman tornou-se sinónimo de luxo e comodidade em duas rodas. E a Suzuki soube sempre aproveitar isso em seu benefício, e a prova são as mais de 760 mil unidades de Burgman que foram vendidas desde então.

As mais recentes modificações na Burgman foram concretizadas em 2006 e em 2017. A marca japonesa aprimorou as prestações, melhorou a sua utilização e comodidade, e foi refrescando o seu design que se tornou num símbolo de realeza dentro do segmento maxiscooter.


A nova Suzuki Burgman 400 mantém a sua imagem relativamente inalterada. Alguns retoques conferem-lhe uma imagem mais desportiva e ao mesmo tempo mais leve, mas o grande destaque continuam a ser as duas óticas de grandes dimensões que dominam por completo a frente desta maxiscooter de estilo executivo.

Ao nível da imagem, a nova versão Euro 5 estreia decorações que a tornam bastante mais apelativa: Mettalic Matte Sword Silver, uma pintura prateada que se conjuga na perfeição com as jantes de liga leve cobertas por um azul forte, que relembra a herança desportiva da Suzuki.

O motor passa, claro, a cumprir com as normas Euro 5.



Conta com sistema Suzuki Easy Start que permite colocar o motor em funcionamento de forma mais fácil através de um único toque no botão de ignição, é introduzida a tecnologia Suzuki Dual Spark que adiciona uma segunda vela de ignição para uma combustão mais eficiente e “limpa”, e os engenheiros da marca japonesa modificaram ainda a cabeça do cilindro, árvores de cames, pistão e injetores, garantindo assim uma entrega de potência e binário superior nos baixos e médios regimes.

Com tudo isto, a nova Suzuki Burgman 400 anuncia uma potência de 28,8 cv às 6.300 rpm, enquanto o pico de binário é agora de 35,2 Nm às 4.900 rpm.

Com uma velocidade máxima de 135 km/h, e um consumo médio de 4 litros por cada 100 km, se tivermos em conta que o depósito de combustível da Burgman 400 tem capacidade para armazenar 13,5 litros, isso significa que esta maxiscooter terá uma autonomia teórica bastante superior aos 300 km.


A nível eletrónico, a nova versão 2021 da Suzuki Burgman 400 conta ainda com sistema de controlo de tração, que pode ser desativado, sendo que o condutor usufrui de toda a informação através de um painel de instrumentos redesenhado, que inclui conta-rotações e velocímetro analógicos, para fácil leitura, e ainda um pequeno ecrã digital para disponibilizar outras informações sobre o estado da Burgman 400, incluindo a informação “Eco Drive” que acende um símbolo quando o condutor conduz esta Suzuki de forma eficiente e económica.

O conforto aos comandos da nova Suzuki Burgman 400 também melhora, pois o espaço para posicionar os pés na plataforma foi redesenhado, e o mesmo acontece com o assento, mais almofadado, e principalmente redesenhado para oferecer ao passageiro ainda maior conforto.

Debaixo do assento encontramos um generoso compartimento de 42 litros de volume, suficientemente grande para albergar dois capacetes (um do tipo integral, e outro do tipo jet), enquanto na consola central encontramos dois compartimentos para objetos de menor dimensão, sendo que num deles esconde-se uma ficha 12 V para carregar aparelhos eletrónicos.



A ciclística da Burgman 400 é o complemento ideal para uma maxiscooter que pretende ser ágil e garantir uma manobrabilidade acima da média. À frente encontramos uma forquilha telescópica com bainhas de 41 mm, enquanto na traseira um amortecedor, ajustável em pré-carga, garante que a roda traseira tem um curso máximo de 100 mm, menos 10 mm do que a roda dianteira.

A travagem é composta por sistema de duplo disco dianteiro, cada um com 260 mm de diâmetro, enquanto na traseira está instalado um disco de 210 mm. O ABS de série foi revisto, sendo que a Suzuki destaca o facto de ser mais leve, contribuindo assim para um peso a cheio de 218 kg.

De momento o grupo Moteo Portugal, importador exclusivo da Suzuki em solo nacional, não revelou ainda o preço da nova Suzuki Burgman 400 nem quando este modelo atualizado estará disponível nos concessionários da marca. No entanto as informações que o Andar de Moto conseguiu recolher apontam para que a nova maxiscooter japonesa chegue durante o próximo mês de julho.

Galeria de fotos Suzuki Burgman 400

andardemoto.pt @ 31-3-2021 13:40:41


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews