MotoGP – Miguel Oliveira mostra andamento promissor nos testes. Quartararo o mais rápido

Piloto português da Red Bull KTM Tech3 terminou o terceiro dia de testes oficiais de MotoGP em Sepang com o 11º tempo, a cerca de quatro décimas do melhor registo que voltou a ser de Fabio Quartararo. Miguel Oliveira revela um ritmo bastante interessante aos comandos da sua nova KTM RC16.

andardemoto.pt @ 9-2-2020 21:32:54

Neste que é o seu 10º ano a competir no Mundial de Velocidade, Miguel Oliveira termina os testes de pré-temporada em Sepang em boa forma em termos de tempos por volta. O piloto português estreou a nova KTM RC16 de 2020 nestes testes oficiais e a evolução sentida é claramente positiva.

Miguel Oliveira terminou, no conjunto dos três dias de testes de MotoGP em Sepang, com o 12º melhor registo, e no último dia o piloto português da Tech3 realizou menos voltas ao circuito malaio por força do seu ombro direito estar a sofrer com o enorme esforço realizado nos testes oficias e nos três dias de testes de “shakedown” que aconteceram antes.

Ainda assim, Miguel Oliveira esteve em bom plano no terceiro dia em Sepang, e com a sua KTM RC16 equipada com pneus de composto intermédio, obteve a 11ª melhor marca do dia a pouco mais de 4 décimas do mais veloz que voltou a ser o francês Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT).


Para o jovem luso este foi um resultado interessante pois “Consegui fazer um bom tempo com um pneu da alocação normal da Michelin e não com um pneu especial como aconteceu com vários pilotos que terminaram na minha frente e estou muito contente por isso. O ombro começou a dar algumas queixas com a fadiga natural de seis dias de testes aqui, sob este intenso calor e ainda tenho algum trabalho pela frente para deixar o ombro confirme acredito que possa estar ainda para a primeira corrida. Muito contente com o trabalho que fizemos, a moto tem potencial ainda para melhorarmos um pouco mais, face ao ano passado a diferença é enorme e por isso estamos contentes pelo progresso que fizemos mas cientes de que temos que continuar a trabalhar para obter resultados ainda melhores neste inicio de temporada”.


Quanto ao topo da tabela de tempos, e com Marc Marquez (Repsol Honda) a ficar fora do lote dos mais rápidos de forma algo surpreendente e com mais uma queda neste último dia, foi Fabio Quartararo que aos comandos da Yamaha YZR-M1 de 2020 voltou a liderar a tabela de tempos.

Com a sua melhor volta em 1m58.349s, Quartararo aproximou-se bastante do recorde absoluto de Sepang, que está na sua posse. O francês sentiu forte oposição de vários pilotos, e foi finalmente Cal Crutchlow (LCR Honda) que, e apesar de se queixar da nova Honda RC213V e da dificuldade em curvar, terminou com o segundo melhor tempo a 0.082s de Quartararo, logo seguido por Alex Rins (Ecstar Suzuki).

Notas de destaque neste último dia de testes oficiais de MotoGP em Sepang para a utilização de um sistema “holeshot” nas Yamaha de fábrica, com Valentino Rossi a ser o 5º melhor enquanto Maverick Viñales foi apenas 18º, focando-se noutros aspetos que não obtenção de tempo rápido ao longo das mais de 80 voltas completadas.

A Aprilia RS-GP de 2020 também parece estar em melhor forma do que vimos até agora e noutras temporadas. Aleix Espargaró foi o 9º mais rápido a 0.345s de Fabio Quartararo, embora a moto italiana tenha revelado alguns problemas, nomeadamente ao nível do sistema de escape, e que impediram Aleix Espargaró de melhorar os seus registos.

Os pilotos de MotoGP terão agora alguns dias de descanso, principalmente importantes para Miguel Oliveira que tentará reforçar o seu ombro direito, antes de viajarem para o Qatar, onde de 22 a 24 de fevereiro vão realizar mais três dias de testes oficiais no circuito de Losail, precisamente o circuito que recebe a prova inaugural da temporada 2020 do Mundial de Velocidade de 6 a 8 de março.

andardemoto.pt @ 9-2-2020 21:32:54

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Esportes