Susana Esteves

Susana Esteves

Jornalista e motociclista

OPINIÃO

Os motociclistas e a matemática

Os motociclistas de alma e coração são peritos nas chamadas “contas de sumir”, nas desculpas esfarrapadas e na criação de argumentos (que eles acham ser) convincentes para justificarem algumas decisões que não fazem sentido a mais ninguém.

andardemoto.pt @ 5-2-2022 09:30:00 - Susana Esteves

Se alguém descobre uma fantástica loja de roupa e de equipamentos em Espanha com preços mais baixos, não vai explorar a loja online e mandar vir o que quer. Vai convidar alguns amigos para fazerem uma viagem de 3 dias até Espanha para comprarem casacos mais baratos.

Não interessa o custo do hotel, da gasolina nem das portagens. A viagem de mota até lá faz todo o sentido.

Porque não fazer uma viagem “rapidinha” ao Algarve, mas pela costa vicentina com paragem em todas as “estações e apeadeiros” para poupar portagens e evitar a tentação de acelerar muito? É só por uma questão de segurança, não há segundas intenções.

E que tal ir passar um fim-de-semana ao norte, a casa de uns amigos? Mas levar o carro não é opção: gasta muito! Então vamos os 5 de mota, cada um na sua. Mas assim pagamos gasolinas e portagens de forma isolada. Não interessa, é claramente a melhor opção!

Ou preparar um pequeno trajeto até à praia, para descontrair ao pé do mar, mas traçar a rota por Sintra e Cascais. É um bocadinho mais longe que a viagem normal (só mais 35 km), mas vale a pena porque o trânsito na marginal de Oeiras é o caos. 

Todas estas opções têm lógica para os amantes das duas rodas, mas nem sempre fazem sentido para todos os outros. Porquê?

Porque são decisões tomadas com o coração. Não são racionais nem matemáticas. Fazem mal à carteira e consomem mais tempo, mas fazem bem à alma, e isso não tem preço.

30-11-2021

andardemoto.pt @ 5-2-2022 09:30:00 - Susana Esteves

Outros artigos de Susana Esteves:

Quer a moto? Não vendo a mulheres!

Diz-me o que conduzes, dir-te-ei quem és

Viajante solitário

Uma mota partilha-se?

Perco a cabeça ou arrisco perder a cabeça?

Os estafetas das empresas de entregas são ninjas?

Com curvas ou sem curvas

Partida. Largada. Tudo a tirar o pó dos punhos!

Mitos, ditos e mexericos

Quatro patas em duas rodas

Equipamentos que não precisamos, mas que depois não podemos viver sem eles

Quer uma moto? Tire senha e aguarde a vez

Quem arrisca… às vezes petisca o que não quer

Mulheres motociclistas nas compras? Não há opções, não há vícios.

Amor sem idade

Automáticas: sim ou não?

Vendo, não vendo. Vendo, não vendo

Podia ter sido o dia perfeito… não fosse o raio da porca

Próxima paragem: (A definir)

Arrisco a multa ou arrisco o encosto?

A paixão pelas motos passa com a idade?

Motoclubes: esses antros de má vida

Cuidado!! Motociclos aumentam risco de sociabilidade

Quem corre por gosto…

Problemas na mota? Eis o manual de sobrevivência!

O vírus do motociclista virgem

Oitos: o bicho mau das aulas de condução

Proibição de andar de mota: como sobreviver à ressaca

A minha primeira vez

A melodia de um belo ronco

Filho de peixe não sabe nadar porque eu não quero!

Foge que é pendura!

Mota roubada, trancas à solta

Viagens longas de 125: há rabo que aguente?

Andar de mota: o lado menos sexy da coisa

Motociclista: esse bicho raro

Sexo, motores e pecado

Afinal somos grandes (mas só na altura de pagar)

Inverno em 2 rodas

As regras são para…

Inteligência ou mariquice?

Férias em duas rodas - Não negue à partida uma experiência que desconhece

Férias em duas rodas - Não negue à partida uma experiência que desconhece

Falta-nos um “bocadinho assim”…

Segurança ou liberdade?

Motoshow 2017: É pró menino e prá menina

O tamanho importa?


Clique aqui para ver mais sobre: Opiniões